Escola de Governo e Gestão Municipal

Equipamentos e centro cirúrgico entregues pelo prefeito Eduardo Braide ao Hospital da Mulher reduzirá filas e potencializará atendimentos em São Luís

16/09/2022 18h31 - Atualizada em 28/09/2022 12h22
Secom

O Hospital da Mulher, localizado no bairro Anjo da Guarda, área Itaqui-Bacanga, recebeu do prefeito Eduardo Braide, na manhã desta sexta-feira (16), novos equipamentos de imagens que auxiliarão na melhoria do atendimento dos pacientes, bem como reduzirá filas de espera.

Foram entregues quatro aparelhos de colposcopia e um de ultrassonografia. Atualmente, são realizados mais de 800 atendimentos por mês e a expectativa é de que este número dobre com a chegada dos novos equipamentos. Na ocasião, o prefeito também entregou a terceira sala do centro cirúrgico do hospital.

Ao lado da primeira-dama, Graziela Braide, o gestor visitou a unidade e acompanhou as instalações dos aparelhos.

“Nós estamos entregando a terceira sala do centro cirúrgico, vamos aumentar a capacidade de cirurgias e diminuir a fila, além de mais quatro colposcópios e um aparelho de ultrassonografia que vai ajudar cada vez mais na saúde da mulher. Esta entrega faz parte do nosso compromisso em melhorar cada vez mais  a saúde da nossa população”, destacou o prefeito Eduardo Braide.

Os aparelhos foram adquiridos com recursos de emenda parlamentar do prefeito Eduardo Braide quando ainda era deputado federal e de Bira do Pindaré (PSB), também deputado federal.

Os quatro aparelhos de colposcopia foram instalados cada um em uma sala e servem para identificar tanto as lesões benignas (como inflamações), lesões pré-malignas (que antecedem o câncer), quanto lesões malignas (câncer)  no trato genital feminino. Já o aparelho de ultrassonografia avalia a saúde dos órgãos e estruturas pélvicas da mulher, permitindo o diagnóstico precoce de problemas da região pélvica, como cistos, miomas, coleções líquidas, endometriose, infecções, gravidez ectópica e até câncer.

“Como médica eu acho de fundamental importância a vinda desses quatros colposcópios, que servem para detecção de doenças precoces na saúde da mulher, além de um novo aparelho de ultrassonografia que também é importantíssimo. Trazer esses aparelhos, além de todo o ganho clínico, também é um incentivo para que todas as mulheres de São Luís cuidem da sua saúde”, disse a primeira-dama, Graziela Braide, que é médica ginecologista.

Centro Cirúrgico

Além dos aparelhos de imagem, também foi entregue o novo centro cirúrgico que está preparado para fazer cirurgias mais rápidas como vasectomia, infiltração, e outras.

"Além disso, conseguiremos girar os atendimentos e melhorar o fluxo nas outras salas que ficam dedicadas a cirurgias mais complexas e demoradas”, frisou a diretora do Hospital da Mulher, Vanessa Borges.

“A terceira sala de cirurgia é um sonho desde quando o hospital foi inaugurado, em 2007, e finalmente conseguimos, nessa gestão, inaugurá-la. Desta forma, nós vamos aumentar o número de cirurgias e diminuir a fila de procedimentos. Isso é um ganho muito grande para o hospital e para a comunidade”, explicou o diretor clínico do Hospital da Mulher, Isaac Britto.

Hospital da Mulher

Inaugurado em maio de 2007, o Hospital da Mulher está habilitado, desde 2016, pelo Ministério da Saúde como unidade hospitalar de referência de alta complexidade. O hospital possui 52 leitos operacionais, sendo 42 destinados às unidades de internação (15 de clínica geral, 15 de clínica cirúrgica ginecológica e 12 de neurocirurgia) e 10 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

A unidade está estruturada para realizar diversos tipos de exames e serviços médicos, incluindo mastologia, cardiologia, reumatologia, gastroenterologia, e também exames de mamografia, serviço inaugurado em 2021 com a instalação do mamógrafo digital, que passou a garantir a realização de pelo menos 600 mamografias e 40 biópsias por mês.

Para desenvolver suas atividades, o Hospital da Mulher possui uma equipe multiprofissional composta por mais de 500 colaboradores. A unidade funciona 24 horas por dia no regime porta fechada (recebe pacientes encaminhados pelas Unidades Básicas de Saúde).

Além de oferecer cirurgia geral e ginecológica, o Hospital da Mulher também funciona como unidade de retaguarda para neurocirurgias encaminhadas pelo Hospital Djalma Marques (Socorrão I).

OUTRAS NOTÍCIAS